Festival de Inverno – um pouco mais de cultura na serra

 
No dia 16 de Junho, quarta-feira, foi dada a largada para mais uma edição do tradicional acontecimento na cidade. Em sua casa, um lugar pitoresco e muito agradável, a presidente e diretora artística da Dell’Arte, empresa  que cuida do evento, Mirian Dauelsberg  falou sobre as muitas atrações que farão parte dessa 10° edição. Ela falou para a imprensa de seu entusiasmo e alegria de mais um ano ser responsável pelo festival, que começa na próxima sexta-feira, dia 25 de Junho na Catedral. “É uma prazer poder contribuir, mesmo que minimamente, para a cultura de Petrópolis”, disse Mirian.

Cultura para todos. Através de eventos, onde a gratuidade em troca de alimentos será a tônica dominante, cidadãos com rendas modestas poderão ter acesso aos inúmeros espetáculos oferecidos ao longo dessa edição do festival. “O Festival vai à praça” é uma iniciativa da organização do evento com a prefeitura de Petrópolis, que visa inserir os alunos das Escolas Municipais nas atividades culturais, ou seja, os estudantes terão a chance de participar de fato do movimento cultural que estará acontecendo.

Ballet, filmes, cursos para mamães e bebes, recitais e uma variedade imensa de apresentações musicais serão as grandes vitrines dessa edição. Os locais que receberão todas essas atrações não deixam a desejar em nenhum quesito quando se fala em glamour e elegância. Teatro D. Pedro, Catedral São Pedro de Alcântara, Museu Imperial, o elegante hotel Solar do Império são alguns dos locais escolhidos para abrigar a edição de 10 anos do evento na serra.

Então, que tal ver Ana Botafogo no espetáculo “Uma em quatro”, assitir ao filme “Beethoven”, história do gênio da música erudita, ouvir o timbre forte de Maria Gadu, deliciar-se com os concertos de música clássica, e até mesmo ir a uma danceteria se embalar nos ritmos de “Blitz” e “Titãs”. Isso mesmo, a cultura também vai se agitar em uma boate, porque não? E como disse Mirian Dauelsberg: “… o gosto pela cultura se forma antes dos 30…”. Dito isso, o que se pode esperar é que todas as formas de cultura têm espaço, cabendo as máscaras do preconceito caírem, deixando vir a tona a iniciativa de uma manifestação cultural, importante para qualquer “nação”.

Mais informações no site:

www.dellarte.com.br

www.petropolis.rj.gov.br

Por: Marcelo Rodrigues

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: